Notícias


Governador anuncia recursos para Centro de Convenções de Blumenau

Postado em: 21/11/2017

Leo Alegri, divulgação


O governador Raimundo Colombo palestrou na tarde desta terça-feira, 21, em Blumenau, no Vale do Itajaí, para empresários da região do setor têxtil. O encontro foi organizado pelo Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau (Sintex), com apoio da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e da Associação Comercial e Industrial de Blumenau (Acib) e Intersindical Patronal.
Colombo enfatizou que eram dois caminhos para conter a crise: ou aumentar impostos ou fazer reformas. “Decidimos pelos mais difíceis que são a reforma da previdência, a renegociação da dívida dos estados com a União e não aumentar impostos, enquanto 21 estados fizeram. Não acho justo e temos é que reduzir e não aumentar, a exemplo do que fizemos no agronegócio”.
Segundo dados do IBGE, nos últimos 12 meses o setor têxtil catarinense registra sinais de recuperação. Durante o período teve um crescimento de 1,2%. O setor de vestuário acompanha a tendência de melhoria com uma alta de 6,3%. Com o apoio do Governo de SC, o imposto caiu de 17% para 3% em 2016 e 25% do total de incentivos ao segmento foi para indústrias da região.
Colombo falou sobre a importância do setor de tecnologia de inovação em Blumenau. Destacou o Centro de Inovação que está sendo construído no município e tem investimentos de R$ 6,7 milhões. "O Centro de Inovação é uma obra estratégica. São 13 em construção no Estado e vamos entregar o de Blumenau no próximo ano".
O governador também lembrou da importância do Programa Entra 21, que é patrocinado pelo Governo do Estado e em 2018 receberá R$ 800 mil. O programa forma em Blumenau a cada ano mais de 300 jovens para o mercado de trabalho e tem um índice de 80% de empregabilidade entre os formandos.
Santa Catarina manteve e gerou mais empregos em 2017 e possui a menor taxa de desocupação do país. Em outubro foram 8.611 novos postos de trabalho no Estado. “Estamos no caminho certo da economia e do desenvolvimento. Mantivemos e geramos mais empregos. Isso é trabalho, renda e crescimento econômico. Só na região, foram cerca de R$ 632,2 milhões em incentivos fiscais para indústrias em 2016”.
Raimundo Colombo também apresentou informações sobre Defesa Civil. A região de Blumenau foi beneficiada com a elevação das barragens de Taió e Ituporanga, que receberam R$ 1 bilhão de investimentos e diminuiu a possibilidade de enchentes na região. Ele também fez menção dos alertas enviados pela Defesa Civil via SMS, um auxílio importante que todos os catarinenses podem ter mediante o cadastro de seus números de celulares.
Blumenau também terá outro importante equipamento para assistência em caso de enchentes e desastres naturais. Está sendo construído em Blumenau, no complexo do Sesi, um dos 19 Centros Regionais Integrados de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd). O investimento é de R$ 550 mil, com uma estrutura total de 152 metros quadrados de área. O local será preparado para receber e enviar informações sobre possíveis desastres naturais e auxiliar para análise e reestruturação de locais atingidos. Um dos objetivos do Cigerd é que ele atenda municípios que não tem estrutura para reconhecer e fazer levantamentos quando ocorrem eventos climáticos.
Colombo destacou obras realizadas na região, investimentos na área da Saúde chegando a R$ 71 milhões e na Educação com 60 obras de reforma e ampliação somando R$ 44 milhões. “Esse foi o maior volume de obras da história chegando a quase 700 concluídas ou em andamento em todo o Estado”, finalizou Colombo.

Com Secom SC