Notícias


Jean Kuhlmann representa Assembleia em missão para conhecer sistemas de transformação de resíduos em energia

Postado em: 13/08/2015

Eduardo Guedes de Oliveira, Agência AL


O deputado estadual Jean Kuhlmann ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (dia 18) para falar sobre as manifestações que levaram brasileiros às ruas em várias cidades do país no domingo (dia 16) e da viagem que fará à Alemanha e Holanda nos próximos 11 dias, integrando missão de prefeitos e lideranças do Médio e Alto Vale do Itajaí.

Estão agendadas visitas a instalações de cinco cidades para conhecer como funciona o sistema de abastecimento de água, o tratamento de esgoto e coleta e processamento de resíduos, utilizados inclusive para a produção de energia. A comitiva acompanhará palestras com técnicos que vão detalhar o funcionamento desses processos.

Integram a missão os presidentes das associações de municípios do Médio e do Alto Vale do Itajaí, da Agência Intermunicipal de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos Municipais do Médio Vale do Itajaí (Agir), e da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (ARIS-SC).

"As prefeituras do Vale do Itajaí estão unindo esforços para tratar do assunto num consórcio, de maneira coletiva", lembrou o deputado Jean, que representará a Assembleia Legislativa na missão.

O parlamentar repercutiu ainda reportagem publicada pelo Jornal de Santa Catarina no último dia 11, mostrando que os municípios de Blumenau e Brusque ainda não têm Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos. O prazo para a apresentação dos planos já foi prorrogado duas vezes e, agora, a data final para adequação à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) é 31 de dezembro.

Sobre as manifestações do domingo, Jean lembrou que expressam um desejo de mudança. "Espero que tenham efeito, que resultem na investigação e na condenação dos corruptos. Os protestos indicam também que temos que ter um país novo, temos que repensar a forma de gerir esse país. O papel final do Estado precisa ser mais eficiente", destacou.